Eco Turismo

Sítios Arqueológicos – No Rio Grande do Norte foram descobertos enterramentos humanos de 10 mil anos nas regiões do Seridó, Meio Oeste e Alto Oeste potiguar. Essas datas indicam-nos que esses homens pré-históricos conheceram mamíferos de grande tamanho, hoje extintos, que viveram no interior do Nordeste nas mesmas épocas. O tigre dente-de-sabre, o mastodonte, parecido com o elefante, várias espécies de preguiças e tatus gigantes, somente desapareceram por volta de 10 mil anos. No sertão do Nordeste do Brasil, desenvolveu-se uma arte rupestre pré-histórica das mais ricas e expressivas do mundo, demonstrando a capacidade de adaptação de numerosos grupos humanos. Os mitos e cerimoniais representados significam o imaginário das mais profundas e antigas raízes nordestinas.

Pólos de Eco-turismo

* Pólo Litoral Sul – Sibaúma, Pipa, Tibau do Sul, Nísia Floresta. Acesso por estrada asfaltada (BR-101), distando em média 80 km de Natal.

Pólo Litoral Norte:

* Parrachos de Maracajaú – Acesso por estrada asfaltada (60 km de Natal pela BR-101), continuando por estrada de terra (+ 15 km) e 5km por barco, mar adentro.
* Parrachos de Rio do Fogo – Acesso por estrada asfaltada (60 km de Natal pela BR-101), continuando por estrada de terra (+ 25 km) e 5 km por barco, mar adentro.

Pólo Serras do Sul:

* Passa e Fica, Serra de São Bento e Monte das Gameleiras (esse Pólo se estenderia para o vizinho Estado da Paraíba) – Acesso pela BR-101 até Goianinha (65 km), e daí até Passa e Fica pelas RN-003 e 093 (+60km).
* Serra do Tapuia – Acesso pela BR-226 até Tangará (100 km), daí por Sítio Novo pela RN-093 (20km) e, finalmente, por estrada de terra até a comunidade de Serra do Tapuia (8 km).

Pólo Serra Branca:

* São Rafael – Acesso pela BR-304 (200 km), a seguir pela RN-118 (20 km) e finalmente 8 km por estrada de terra.

Pólo Seridó – Esse Pólo se estenderia para o vizinho Estado da Paraíba. Acesso pelas BR-226 / 427. Fica a 230 km de Natal.

Pólo Chapada do Apodi:
Lajedo de Soledade – Acesso pela BR-304 até Assu (200 km), e daí pelas RN-233 / 117 e BR-405 até Apodi (+155 km). Finalmente, 6 km de estrada de terra até a comunidade de Lajedo de Soledade. O Lajedo de Soledade constitui uma das maiores exposições de rocha calcária do estado. Nela encontram-se 56 abrigos sob rocha, contendo um impressionante conjunto de pinturas pré-históricas da tradição agreste e muitas gravuras de raro estilo. Em meio a ravinas e cavernas, entre elas a do Roncador – a maior do RN. Fósseis de animais da mega fauna também são muito comuns. Um pequeno, mas bem montado museu, foi com apoio da Petrobrás. O local recebe cerca de sete mil visitantes por ano, constituindo-se num dos principais atrativos eco-culturais do RN. Entretanto, o excesso de visitantes ameaça a preservação das gravuras e pinturas, já que o local não dispõe de infra-estrutura adequada para tal.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: